Un parcours… plusieurs possibilités

Este solo foi criado dentro do projeto « Solli-tutti » dirigido pela coreógrafa Claire Filmon em Paris, durante o ano de 2010. O projeto : Em uma atividade artística…caminhar por prazer, por uma busca pessoal, por um desejo de dividir essa experiência com o publico, ou simplesmente por espírito de aventura. Durante todo o ano de 2010 cada pessoa trabalhou individualmente mas mantendo sempre a troca, e apoio, do grupo.

“Lutar contra si mesmo… quedas… choro. Dor era a única coisa possível de sentir. Sem se lembrar por quanto tempo exatamente esta situação durou. A única lembrança é que jamais fui tão sincera comigo mesma em relação à minha dor. A dor que era uma barreira, que era necessário vencer. Em meio à tanta dor foi possível descobrir uma força, descobrir tanta força que era impossível acreditar que existia. Mais que isso… a dor me fez descobrir mulher, livre. Mas, como continuar meu percurso apesar de todas as possibilidades de simplesmente desistir e ir embora ? Como manter em meu corpo essa liberdade sem me perder entre as varias possibilidades?

Este solo foi criado a partir de trabalhos de improvisação partindo de uma temática que utiliza os conteúdos emocionais – afetivos como motor de criação. A idéia é através de uma expressão corporal, linguagem não verba, conseguir elaborar esses conteúdos e partilhá-lo com o público.

Este espetáculo foi apresentado:

Micadanses (Paris – 2010), Clin d’oeil Ard’ici (Poitiers – 2010), Semaine de La Danse no Centre d’animation Louis Lumière (Paris – 2011), Festival À Corps ( Poitiers -2011), FEIA – Festival de l’institut d’Artes Unicamp (Campinas – 2013),  4TH INTERNATIONAL DANCE SYMPOSIUM : “Body and Performativity: Gender in the Performing Arts” organizado pelo ITI Cyprus Center em maio de 2014.

FICHA TÉCNICA:

Concepção e coreografia: Nicolle Vieira

Direção: Claire Filmon

Bailarina : Nicolle Vieira

Musica : Marcella The Post Modern (Fred Calazans et Lucas Soares)

Figurinos : Sabrina Brasil e Maria Laura Maciel

Anúncios