Pelos desencontros

rosa-1Há noites em que vai dormir esperando cair em um sono tão profundo que será incapaz de perceber a passagem do tempo. Espera que ao acordar o sol já tenha raiado, que seja manhã o suficiente para poder escrever e perguntar:

-Ocupado?

Mesmo já sabendo a possível resposta sempre acredita que algo poderá mudar. Quer olhar nos olhos e saber o que se passa ema sua alma. Quer respostas para todas as perguntas… então olha letra por letra, palavra por palavra. Cria e recria diálogos solitários que vagam por uma mente tão inquieta quanto de um animal fugindo ser presa. Quanto mais imagina mais se fecha no mundo de sua própria imaginação.

-Ocupado?

-Sim.

O coração então acalma pois ao menos tentou. Não foi culpa sua se o destino assim não quis. Foge de sua responsabilidade assim como abre mão de sua autonomia. Afinal quem foi que disse que sua palavras interessavam?

-Ocupado?

-Pode falar.

Não era essa a resposta esperada. Agora vai ter que dar conta dos sentimentos, vai ter que organizar os pensamentos, vai ter que achar as palavras. Palavras que não sabe dizer porque não se apropriou delas, então fogem. Fogem para sobreviver. Há momentos em que fugir é a única coisa possível de ser feita.

-Ocupado?

-Pode falar.

-Porque…

Não importa a pergunta, vai ser sempre só uma desculpa que embrulha a covardia. Alma forte, guerreira… muda! Continua olhar as letras à procura por palavras, observa as chamadas quase desejando que não acontecessem. Sabe o que quer, mas corre em direção oposta de fronte erguida, acreditando na certeza de que é o que deveria ser feito, mesmo sabendo que não. Sabe que esta a mentir para si, para o outro, para o mundo. Quer se ver inquebrável quando na verdade por dentro existem só pedaços.

-Ocupado?

E mais uma vez abre a porte.

Mais uma vez coloca o café no fogo.

Mais uma vez sorri sabendo que vai chorar depois.

Mais uma vez acredita ser forte – e indiferente – o suficiente.

Mais uma vez se engana.

Mais uma vez senta nas escadas e vê partir.

-Porque nunca fala nada?

-Porque tenho coisa demais a dizer!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s